quarta-feira, 24 de novembro de 2010

CORRIMENTO VAGINAL( Vaginites)



O Corrimento vaginal,chamado de vaginite, é uma inflamação da mucosa vaginal geralmente associada com irritação e infecção da vulva chamada de vulvovaginite.
A vaginite pode ser sem sintomas, mas geralmente apresenta coceira e irritação na vagina. SE o corrimento vaginal, for causado por organismos infecciosos como clamídia, a infecção pode progredir através do útero para as trompas de falópio e ovários, havendo o risco de causar infertilidade. O corrimento vaginal decorrente do HPV pode eventualmente aumentar o risco de carcinoma cervical.

*SINTOMAS DO CORRIMENTO:(vaginites e vulvovaginites)

-coceira e queimação na área genital .
- Inflamação (irritação, vermelhidão e inchaço causados pela presença extra de células do sistema imunológico) dos grandes lábios, pequenos lábios e área periférica.
- Descarga vaginal (corrimento de líquido pela vagina).
- Odor diferente na vagina.
- Desconforto ou queimação ao urinar.
- Dor e irritação durante o ato sexual.
- Sangramentos associado ao corrimento.
-dor nas costas
-dor nas pernas



**CAUSAS E TIPOS DE CORRIMENTOS VAGINAIS:

As diferentes formas de corrimento vaginal e suas causas são:

1--Vaginite infecciosa

A vaginite infecciosa responde por 90% de todos os casos de corrimento vaginal em mulheres em idade reprodutiva. As três causas principais são:
- Candidíase - infecção causada pelo fungo Candida albicans.
- Tricomoníase - infecção pelo protozoário Trichomonas vaginalis.
- Vaginite bacteriana - causada pelo bactéria Gardnerella.

2-AS doenças SEXUALMENTE TRANSMISSIVEIS (gonorreia, clamídia, micoplasma, herpes, campilobactéria e alguns parasitas.)
Doenças sexualmente transmissívies (DST) podem causar corrimento vaginal. Teste para clamídia e gonorreia devem ser feitos sempre que uma adolescente sexualmente ativa queixa-se de corrimento vaginal, ainda que o cervix(colo do útero) pareça normal.


3-VAGINITE HORMONAL OU ATROFICA:

A vaginite hormonal, ou atrófica, ocorre principalmente e mulheres depois da menopausa ou depois do parto. Algumas vezes vaginite hormonal pode ocorrer em garotas antes da puberdade. Vaginite atrófica ocorre pela falta de estrógeno.

4-VAGINITE POR ALERGIA OU IRRITAÇÃO:

A vaginite por irritação pode ser causada por alergia a preservativos, espermicidas, sabonetes, perfumes, lubrificantes e sémen. Também pode ser ocasionada por abrasão, tecidos, tampões e medicamentos tópicos.

5-VAGINITE POR CORPO ESTRANHO:
Corpos estranhos, geralmente tampões ou preservativos retidos na vagina, podem causar corrimentos vaginais extremamente mal-cheirosos. O tratamento consiste na remoção do corpo estranho e geralmente.Tratamento posterior nem sempre é necessário.

***COLORAÇÃO DO CORRIMENTO VAGINAL:

A cor do corrimento pode indicar o agente causador.

- Vaginite por candidiase geralmente causa corrimento aquoso e branco, que gera irritação na vagina e pele ao redor.

- Vaginite atrófica geralmente causa corrimento sem odor, vagina seca e relação sexual dolorosa.

- Vaginite bacteriana geralmente causa corrimento com odor parecido ao de peixe. Está associada a coceira e irritação, mas não há dor durante o ato sexual.

- Vaginite por tricomoníase pode causar corrimento profuso com odor semelhante a peixe, dor ao urinar, ato sexual doloroso e inflamação nos genitais externos.

**** O DIAGNÓSTICO:
O diagnóstico é feito com microscopia e cultura do corrimento depois de um cuidadoso exame físico e histórico de saúde.

*****COMPLICAÇÕES DO CORRIMENTO VAGINAL:
- Desconforto persistente.
- Infecção da superfície da pele.
- Complicações decorrentes da condição que causou o corrimento (como infecção por cândida ou gonorreia).

******TRATAMENTO DO CORRIMENTO VAGINAL:

A causa da infecção determina o tratamento apropriado, o qual pode incluir antibióticos orais ou tópicos, cremes fungicida ou bactericidas, ou medicamentos similares. Creme contendo cortisona pode ser usado para aliviar a irritação. Se reação alérgica estiver envolvida, anti-histamina pode ser receitada. Para mulheres que têm irritação e inflamação causadas por baixo nível de estrogênio, um creme tópico contendo estrogênio pode ser usado.

*******CUIDADOS COM A SAÚDE ÍNTIMA:

- Use sabonete neutro ou produtos apropriados para a higiene da região genital.
- Evite desodorantes íntimos e produtos como talcos e perfumes.
- Evite excessos, como lavagens exageradas na região genital, que podem retirar a proteção natural da vagina.
- Use roupas leves, que não comprimam a região genital.
- Evite o uso excessivo de tecidos sintéticos e jeans.
- Dê preferência a calcinhas de algodão em relação às de tecidos sintéticos, como a lycra.
- Lave as calcinhas com sabão de coco ou sabonete neutro. Não use amaciante, nem água sanitária nas peças. .
- Seque a roupa íntima em locais secos e arejados, de preferência expostas ao sol. ---Não passe muito tempo com biquínis molhados.
- A depilação deve ser feita de forma cautelosa. Antes e após o procedimento deve ser feita a limpeza da área para evitar a contaminação por germes.
- Durante a menstruação, troque o absorvente quantas vezes for necessário, . A cada troca, fazer a higiene local.
- O uso de absorventes diários não é recomendado. Eles impermeabilizam e impedem a transpiração da região genital, favorecendo a instalação de fungos e bactérias.
- Absorventes internos podem ser usados desde que trocados com regularidade.
- Evite papel higiénico colorido ou perfumado. Eles podem agredir a mucosa.
- Jamais use duchas vaginais sem prescrição médica.
- Não use o chuveirinho do vaso sanitário para lavar a vagina internamente. A água remove as bactérias e torna a área mais suscetível a infecções.
- A mulher possui uma lubrificação natural. Procedimentos que deixam a área genital ressecada podem levar a pequena rachaduras que são fonte de infecção.
- O lubrificante íntimo pode ser uma boa alternativa para manter a lubrificação da mulher durante a relação sexual.
- Procure sempre um médico aos primeiros sintomas atípicos(sem definição) e nunca faça a auto-medicação.

- Procure um médico de seis em seis meses a um ano, para realizar os exames ginecológicos.
Atenção: a prevenção é o conjunto de todos os procedimentos durante a consulta, incluindo a conversa com o ginecologista. Não apenas o exame citológico ou das mamas.
- Dormir sem calcinha é uma boa oportunidade para a pele da região genital respirar.


Fonte:http://www.blogdicas.com.br/dicas-para-a-saude-da-mulher/
Fonte:copacabanarunners.net
fonte:http://www.manualmerck.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poste seu comentário